fbpx

Por que usar um software de gestão no seu escritório e qual usar?

Você já se questionou o porquê de não usar um software jurídico? Utilizar a tecnologia disponível ao seu favor para alcançar mais resultados e melhorar o seu desempenho é a maneira mais inteligente de atingir alta performance no dia a dia do seu trabalho jurídico. 

Não é segredo que o advogado autônomo, aquele que cuida praticamente sozinho do seu próprio escritório, tem diversas tarefas para se preocupar, por exemplo, ida aos forúns, despacho com juízes e assessores, presença em audiências, reunião com o cliente, precificação e negociação com um prospecto, acompanhamento de prazos, além da produção técnico jurídica que exige muito tempo, concentração e raciocínio. 

É notável que a maior parte das tarefas listadas acima se enquadram em tarefas administrativas, o diferencial competitivo está no momento em que o profissional decide utilizar a tecnologia para optimizar e organizar processos administrativos, financeiros e até mesmo jurídicos. 

O processo eletrônico foi instaurado em 2009 no Brasil,  a modernização do judiciário foi iniciada há pouco mais de 20 anos e é notório que estamos vivenciando um caminho sem volta. Quem manuzeou processos de diversos volumes no formato físico, não mais o farão nas próximas gerações. Além disso, juízes começaram (por iniciativa própria) a agendar reuniões online para falar com os advogados a respeito dos processos. 

Da mesma forma que houve modernização no sistema judiciário, sabe-se que ainda há muito mais por vir, por essa razão, importante o profissional do direito acompanhar essa evolução, sob pena de ficar obsoleto. 

Aqui está um link com os 6 (seis) principais softwares para advogados